domingo, 28 de agosto de 2011

Perfil da Diretora Marizete


Marizete C. Duarte diretora do Colégio Estadual General Hipólito Ribeiro, desde o ano de 2007. Está em sua segunda gestão diretiva e vem conseguindo êxito em seus projetos e no crescimento do Hipólito Ribeiro. Ela é graduada em Letras pela UCPEL e pós-graduada em Educação, é nomeada para lecionar Língua Portuguesa no Ensino Fundamental e Médio.
Nossa diretora é destas pessoas que não desistem de lutar e procura melhorar nosso colégio, embora muitas vezes criticada, por pessoas maldosas, vem  demonstrando competência e dinamismo frente aos desafios que dia a dia aparecem.
Desde que foi eleita, conseguiu colocar em prática várias ações como: Pintura e Reforma Geral em ambos os prédios, liberação da quadra coberta, aquisição de materiais, computadores, etc. 
Implantou o sistema trimestral, favoreceu a implantação de novas metodologias de avaliação, inclusive a progressão.
Trabalha de segunda a sexta-feira sem tirar folga, e nem por isso deixa de sempre estar alegre e de bem com a vida. Por isso e por muito mais que nossa comunidade presta esta homenagem.

Entrevista


Entrevista com o Presidente do Grêmio Estudantil

Blog: Qual é o seu nome completo?
Entrevistado(a): Dhiego Almeida Amaral

Blog: Qual é a sua idade?
Entrevistado(a): 15 anos

Blog: Qual é o seu signo?
Entrevistado(a): Peixes

Blog: Que importância você dá para o estudo?
Entrevistado(a): Sei que às vezes vacilo, mas estudo bastante.

Blog: Quais são suas disciplinas favoritas na escola?
Entrevistado(a): Línguas Estrangeiras, Artes, Química e Português.

Blog: Quais professores se destacam no Hipólito Ribeiro e por quê?
Entrevistado(a): Claudia Escalante por ser ótima professora e muito sábia e Rita por ser simpática e amiga.

Blog: Além das disciplinas que você estuda, quais deveriam ser colocadas no currículo?
Entrevistado(a): Dança, Francês e Teatro

Blog: Que carreira te chama a atenção?
Entrevistado(a): Artes Cênicas

Blog: Você seria um(a) professor(a), por quê?
Entrevistado(a): Sim porque gosto de ensinar os outros e me sinto feliz e realizado em saber que eu ensinei e outros aprenderam.

Blog: O que você acha deste Blog?
Entrevistado(a): Acho o máximo, sempre que posso estou visitando.

Blog: O que deveria aparecer mais no Blog?
Entrevistado(a): Tudo

Blog: O que você acha a respeito da liberação da maconha?
Entrevistado(a): Acho um horror! Como que as pessoas querem que um a coisa que faz mal e destrói tantas famílias no mundo, pode ser liberado?

Blog: O que deveria ser feito para diminuir o Bullying no ambiente escolar?
Entrevistado(a): Primeiramente, muitos assuntos que são poucos falados na sala de aula, como preconceito, devem ser mais aprofundados e mais debatidos, e em segundo lugar vai muito da consciência das pessoas.

Blog: Deixe uma mensagem para os blogueiros?
Entrevistado(a): Quero um dia dizer às pessoas que nada foi em vão, que o amor existe, que vale a pena doar-se às pessoas e as amizades. Que a vida é bela, e que sempre dei o melhor de mim... e que valeu a pena.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Perfil de Marlene Dilmann

Marlene é nossa querida servidora, quem vem trabalhando há alguns anos em nosso colégio, onde sempre demosntra competência e dedicação, atendendo às necessidades do colégio sempre de maneira educada e disposta. Durante uma fase difícil que a escola passou, por falta de funcionário, esta dedicada servidora assimiu praticamente sozinha toda a escola e nada deixava a desejar. 
Marlene é graduada em Letras pela UCPEL e em breve, fará Concurso e poderemos contrar com sua atuação lecionando em nosso colégio.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Texto

Amazônia: Quem é seu verdadeiro vilão?

É sabido que a Amazônia possui inimagináveis riquezas, é um foco de recursos ambientais sem igual no mundo todo. É por essas características que todos em alguma ocasião já ouviram falar da internacionalização da mesma. Esse é um tema  quase obsoleto atualmente, levando em consideração que o Brasil está adquirindo rapidamente uma soberania econômica mundial que provavelmente no futuro, mudará de lugar os polos socioenconômicos do planeta.
Desde a "redescoberta" deste continente, sempre existiu uma comprovada cobiça aos numerosos e misteriosos recursos  que guardam a Amazônia. Essa é uma questão que banalizaria a soberania nacional brasileira, assim como outros países da região, porque é lógico que  não podemos esquecer que a Amazônia está subdividida em oito países. Logo quem figura no palco dessa discussão como vilão são os EUA, que sempre aparece como o grande cobiçador aos recursos da Amazônia. No entanto, o que a maioria dos brasileiros nunca vizualizou é que, quem tem sido o verdadeiro vilão da Amazônia são os próprios brasileiros.
Enquanto nos preocupamos com a possibilidade de perder os direitos sobre a região não encaramos o fato que a própria região está desaparecendo nas mãos dos madeirireiros, agropecuaristas, grileiros, todos brasileiros que devastam a região sem limites, o que pode com certeza exterminar o futuro da Amazônia, não para o mundo todo, mas para nós mesmos. Não importa se os EUA admira a região pela imensidão florestal, o que importa é que a região é reconhecida como território brasileiro e o que deve realmente ocorrer é que o governo brasileiro deve ser pressionado pela própria população, e não só pelos comentários dos EUA ou qualquer outro país, pela forma que trata a Amazônia, como questão ambiental ou geopolítica, já que a região que fica a maior floresta do mundo é quem menos se responsabiliza por ela. A Amazônia só terá futuro na medida em que a população se responsabilizar pelo seu destino.
Ademais, não há motivos para nos preocuparmos com uma invasão global, pois na verdade o mundo já tem todos os nossos recursos naturais a sua disposição, não é necessário invasão, pois já vendemos tudo, seja por interesses econômicos nacionais ou transnacionais.

Diego da Rosa - Turma 301
Texto produduzido nas aulas de L. Portuguesa

Texto produzido nas aulas de Língua Portuguesa


Circo Armado

Anos atrás, Barach Obama foi eleito pelos americanos, presidente dos Estados Unidos. A população esperava do político, sucesso absoluto em suas ações. Passado certo tempo, grande parte desta euforia já estava "indo pelos ares". Agora, o primeiro presidente negro da história do país norte-americano, enfrenta, com certeza, o maior desafio de seu mandato: livrar a economia nacional de um novo colapso.
A crise iniciada durante um impasse na decisão do pagamento da dívida externa desestabilizou a economia. Uma grave crise política, surgiu. Seria necessário uma elevação no teto da dívida e um grande corte de gastos em diversos setores, como por exemplo, na saúde e na educação.
 Outras crises gravíssimas na Europa completaram o cenário negativo. A quase quebra econômica da Grécia deixou o mercado mundial em alerta, reduzindo o número de investimentos, na compra de títulos de dívidas, etc.
A oposição parlamentar nos Estados Unidos, aproveitando todos esses problemas, foi irredutível até os últimos instantes. Poucos dias antes do anúncio oficial do calote, as negociações fluíram e tudo perecia estar se resolvendo.
A economia americana é a mais importante do mundo, e um novo colapso naquele mercado causaria danos irreparáveis em todas as partes do mundo. Muitas nações, ainda se recuperam da crise de 2008, e a importância do centro econômico mundial estar economicamente instável está sendo facilmente identificada. Nesta segunda-feira as principais bolsas de valores asiáticas, europeias e sul-americanas fecharam o dia em grande queda. Todos os investimentos do dia foram direcionados para o Ouro, que na bolsa paulistana, fechou em alta de 5%.
Um rebaixamento no nível de qualidade de bom pagador do EUA, feito por uma das empresas mais respeitadas neste tipo de pesquisa, fez com que o temor no mundo fosse ainda maior.
Mas o que mais preocupa nisso tudo, é que os princípios políticos parecem estar à frente do bom censo. A proximidade das eleições no país Yanque agravou ainda mais essa crise. Se Obama vencer esta crise sua vitória nas urnas está praticamente decretada, caso contrário, a derrota é iminente.
A crise é gravíssima, mas muitos já dizem que ela está sendo solucionada.
Eu acredito na vitória, e você?

Álvaro Arruée Witter - Turma 301

domingo, 7 de agosto de 2011


Professores e Funcionários do Colégio Hipólito Ribeiro

1) Área de Ciências da Natureza:

  • Eliane Trindade (Biologia)
  • Ivana Veleda Dias (Biologia)
  • Paula Azambuja (Ciências)
  • Elenise Tavares (Ciências)
  • Claudia Medeiros (Ciências e Química)
  • Angelita Simoni (Química)
  • Camila de Leon (Física)
2) Área da Matemática
  • Carine Madruga
  • Maria Juçara Camacho
  • Neiva Angélica Fagundes
3) Área das Linguagens:
  • Flavia Monteiro (Lingua Portuguesa)
  • Nilda Elianete (Língua Portuguesa)
  • Dorisa Luz (Língua Portuguesa)
  • Sandro Rosa (Língua Portuguesa e Língua Inglesa)
  • Vera Reni Brum (Língua Inglesa)
  • Claudet Brod (Língua Espanhola)
  • Inés Carvajal (Língua Espanhola)
  • Marilizi Lucas (Língua Portuguesa)
  • Marizete Duarte (Língua Portuguesa)
  • Rui Bitencurt (Educação Física)
  • Jane Alves (Educação Física)
  • Claudia Ferreira (Educação Física)
  • Florinda Cunha (Educação Física)
  • Lucimar Machado (Artes)
4) Área das Ciência Humanas:
  • Paulo Brum (História)
  • Rosi Trindade (História)
  • Maria Ester Belmudes (História e Geografia)
  • Marilete Peres (Geografia e Sociologia)
  • Juçarinha Pinho (História)
  • Ana Luisa Pereira (Geografia)
  • Cândido Alberto Pinheiro (Geografia e História)
  • Leonor Ratto (Filosofia e Relações Humanas)
5) Anos Iniciais
  • Amandia (1º ano)
  • Rosa Claudete (1º ano)
  • Cátia Rejane PInheiro (2º ano)
  • Mara Eloisa Pires (2º ano)
  • Graziele Monteiro (2º e 3º anos)
  • Giovana Petzinger (3º ano)
  • Sarlete (4º ano)
  • Andreia (4º ano)
  • Diogo Pinho (5º ano)
  • Niura Furtado ( 5º ano)

Secretaria:
  • Gracinha 
  • Cristina 
  • Fátima Porto
  • Méry Paula
Assistente Financeiro:
  • Maria do Carmo
Monitoria:
  • Marli Barcellos
  • Rita de Cássia
  • Zilda Arrueé
Biblioteca:
  • Coleta Flaviana
Limpeza:
  • Marlene Dillmann
  • Santa Sória
  • Gleicimar Nunes
  • Nelci Camacho
  • Maria Gomes
  • Joice Pedra
Merenda:
  • Clemir
  • Ana Lúcia
  • Lucimara
  • Clóris Miranda
  • Margô Jardim
Coordenação:
  • Sandro Rosa (Progressões e Noturno)
  • Claudia Escalante (Turno da Manhã)
  • Níura Furtado (Turno da Tarde)
Orientação Educacional:
  • Tânia Geist
Assessoria das Séries Iniciais:
  • Ana Jurema
Laboratório de Informática:
  • Dorisa Luz

Para rever!


O que as autoridades pinheirenses dizem da nossa diretora Marizete?.
Diretora do Hipólito Ribeiro é homenageada
Foto e texto: Inês Souza
O vereador Jackson Cabral (PSDB) enalteceu os feitos da colega de profissão pelas benesses que trouxe ao colégio Hipólito Ribeiro, valorizando o estudante.
 “Ela lhes oferece maior conhecimento e oportunidade, pois a meta é prepará-los para a realidade competitiva, a vida fora do meio em que foram criados, põe em prática o trabalho em equipe e promove a união. É um exemplo a ser seguido em todos os aspectos”, enaltece. 


Quanto ao vereador, Ronaldo Madruga, PP, vê em Marizeti uma pessoa “competente, querida por todos que conquistou a comunidade estudantil, os munícipes, busca a integração com a participação dos pais, alunos, funcionários e professores. Ela solicita, corre atrás do que precisa e quer, insiste e isso comprova a capacidade dessa líder que sabe como fazer para chegar ao objetivo”. 


Já o vereador Jaime Lucas (PMDB), que agregou forças à iniciativa de Cabral, ressalta a importância do reconhecimento à guerreira diretora que “quer qualidade e conforto ao ambiente de trabalho. Mulheres de atitude como ela são poucas e tem uma energia assustadora. Admiro a intensidade com que trabalha e batalha junto aos órgãos competentes para trazer melhorias à escola. Seguidamente convoca os cidadãos para participarem das atividades escolares e comunica as decisões tomadas que visam o bem comum”. 

sábado, 6 de agosto de 2011

Perfil da vice-diretora Eliane S. Trindade


A professora Eliane é vice-diretora do Colégio Hipólito Ribeiro desde o ano de 2007. Graduada em Biologia pela UCPEL e Pós-graduada em Educação pela URCAMP, ensina Biologia no Ensino Médio onde se destaca pela alegria e pela presença de espírito frente a situações mais variadas possível. A franqueza é uma das suas qualidades pessoais. Quem convive diariamente com esta "figura" reconhece nela uma amiga incondicional que sempre está pronta para ajudar seus amigos e ouvi-los nas horas de dificuldade. Carinhosamente os alunos mantêm uma relação de amizade e respeito com ela e jamais deixam de reconhecer sua inteligência e curiosidade diante dos desafios de sua área. Só pela foto já podemos ver que ela é "mesmo uma brincalhona, uma pândega". Por isso, e por muito mais, é que este blog presta esta pequena homenagem para a nossa querida colega e professora.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Cursos Técnicos

           Frequentemente a comunidade questiona a direção do Colégio a respeito da implantação dos cursos técnicos a serem implantados. Reuniões foram feitas com a 5ª CRE para que fosse viabilizada a implantação. A orientação foi que a escola fizesse um chamamento à comunidade, convocando o comércio local  e autoridades para participar de uma reunião para avaliar a possibilidade de implantação destes cursos.
          Assim a direção fez. No final da gestão da governadora Yeda, o então Coordenador da 5ª CRE prof. Adelino Penedo, retomou as negociações para a implantação, no entanto na troca de governo o projeto foi guardado para que futuramente fosse viabilizado. 
          A escola assegura que não é má vontade e nem pouco empenho para que nosso colégio ofereça tais cursos para a comuniadde, que vem procurando e questionando quanto seu funcionamento.
          Estamos aguardando novas orientação da nossa mantenedora para darmos continuidade ao projeto.
          Abaixo imagens das reuniões realizadas para a implantação:





Imagem para ficar na história

No dia 30 de junho de 2007 a direção do Colégio reuniu ex-funcionários e ex-professores para comemorar os 80 anos do Colégio. O evento aconteceu no Salão de Atos da escola, e reuniu vários ex-colegas, que assistiram apresentações, entoaram o hino do colégio e relembraram os velhos tempos.
Hoje publicamos esta imagem onde aparecem muitos colegas que fizeram parte de nossa história. Alguns já partiram para o plano superior.